Publicado em

Barroso e região continua na onda roxa

A ACIB Barroso e Federaminas solicitou maior flexibilização das atividades em recente reunião com o govenador, com quem tem mantido constante diálogo em defesa dos empresários mineiros

O governo de Minas determinou, nesta quinta-feira (15/04), que algumas regiões do estado saiam da Onda Roxa, mais restritiva, e avancem para a Onda Vermelha, desde que cumpram as normas de funcionamento estabelecidas pelo programa Minas Consciente. A partir do próximo sábado, dia 17, será permitido o funcionamento de todas as atividades, desde que sejam respeitados quesitos como distanciamento e limitação máxima de pessoas. 

Segundo o governador Romeu Zema, algumas regiões ficaram quatro semanas na Onda Roxa, e outras ficaram ainda mais do que isso. “Graças aos resultados obtidos pela implementação da Onda Roxa em todo o Estado, temos boas notícias”, explicou Zema. Mas o governador lembrou que ainda não estamos em uma situação confortável, que os cuidados devem ser mantidos e que a Onda Roxa segue sendo uma opção caso o número de casos aumente novamente.

O presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Minas Gerais (Federaminas), Valmir Rodrigues, comemorou a novidade e lembrou que conquistas importantes como essas são resultado de um constante diálogo com o Governo, cobrando medidas que amenizem a crise econômica enfrentada pelos empresários. “Em reunião recente com o governador, pedimos a reavaliação das regiões que estavam na Onda Roxa, solicitamos que aquelas regiões com menos casos fossem liberadas para a Onda Vermelha o quanto antes para que o comércio não seja mais penalizado ainda. E o Governo tem nos ouvido”, afirmou Rodrigues.